Image for post
Image for post
Image for post
Image for post

Bença, julho das Pretas.

Primeiramente eu peço a bença, a bença às mais velhas, a bença às contemporâneas, a bença às mais novas.

Image for post
Image for post
Simara Conceição, Luanda Nascimento, Katiúcha Watuze, Nina Silva, Maria Amália Cursino

Na casa de minha biza Taninha e de meu avô Walter não se entrava e não se saía sem pedir a bença.

Image for post
Image for post

Foi pedindo a bença que me peguei pensando no Julho das Pretas, em tantas datas importantes para nós esse mês e sobre o que tudo isso quer dizer.

Image for post
Image for post
Dra. Jaqueline Gomes de Jesus e Katiúcha Watuze

Mês da fundação do MNU, do nascimento de Luis Gama, filho de Mahin. De Mandela. Mês de Solano Trindade, mês do Dia Internacional da Mulher Negra, Latino-Americana e Caribenha. Mês de Antonieta de Barros… Mês de Tereza de Benguela…Mês de minha mãe.

Image for post
Image for post
Ludmila Lis, Katiúcha Watuze, Vilma Piedade, Valéria Lima, Flávia Oliveira, Maria Amália Cursino

Mais um mês que tomamos de assalto, dentro da dimensão ainda pequena das nossas bolhas digitais… tomamos também julho pra chamar de nosso, fruto das muitas conquistas das nossas, nossos e nosses que abriram e que vêm abrindo frentes…

Image for post
Image for post

O que estamos hoje fazendo nós do nosso mínimo protagonismo nas redes?

Image for post
Image for post
Taynara Cabral e Katiúcha Watuze

Estamos levando junto de nós os nossos — ou pelo menos tentando?

Image for post
Image for post
Katiúcha Watuze e Luanda Nascimento

Pedir a bença é mais do que fé, é coisa nossa, é afeto e é, acima de tudo, respeito à nossa linhagem e é disso que se trata nosso protagonismo.

Image for post
Image for post
Katiúscia Ribeiro e Katiúcha Watuze

Se adquirirmos algum protagonismo que seja, por menor ou maior que seja, só é possível pela luta travada por todas, todos, todes, os, as, es nosses.

Image for post
Image for post

Por assim entender, ver uma das nossas brilhar só deveria nos causar afeto, respeito, senso de pertença, reconhecimento… Ela que ocupa aquele lugar, desejado inclusive pela branquitude, está ali e só deveria estar pelas mãos de suas mais velhas, de suas contemporâneas, de suas mais novas.

Image for post
Image for post
Katiúcha Watuze, Jana Guinond, Anielle Franco

Ela que reina, ela mulher preta, não reina só, reina em nome de e por seu povo.

Image for post
Image for post

No sentido de resgate que não se trata de ambição, mas de recuperar e de reapropriar o que sempre foi nosso.

Talita Peixoto, Tati Brandão e Katiúcha Watuze

Existem simbologias sendo construídas para dar conta do novo tempo, e é bom que estejamos preparadas, mais do que nunca unidas.

Image for post
Image for post
Katiúcha Watuze e Aída Barros

Como uma vez disse Aimé Césaire em um discurso, acerca do conceito que cunhou e do qual nos apropriamos também por aqui, por necessidade gritante do existir, sobre o que dá conta a negritude em todas as suas dimensões:

“A negritude, como eu sempre disse, é nada mais, nada menos, que um conjunto de valores, do mundo negro, no mundo inteiro.” (Tradução Livre)

Image for post
Image for post
Image for post
Image for post
Foto da esquerda: Katiúcha Watuze e Quênia Lopes | Foto a direita: Katiúcha Watuze e Cíntia Aleixo

Nas pedidas de bença para entrar e sair, que possamos entender o significado de estarmos. É para além do eu, aliás, a dimensão do eu, no nosso caso, só é possível a partir do nós. Ou eu sou ou ninguém é. E se ninguém é, eu também não sou.

Image for post
Image for post
Tainá de Paula e Katiúcha Watuze

Em nossos ventres continuamos ardendo juntas a dor daquilo que nos é arrancado, mas também continuamos gestando juntas, as 3.000 possibilidades dos 3.000 mundos para o nosso existir.

Image for post
Image for post
Katiúcha Watuze e Gizele Barthar
Image for post
Image for post

A única coisa que não muda é a bença.

Afrofuturismo, sua bença.

Written by

Existimos para mover estruturas e construir novos paradigmas interseccionais, COM EIXO EM RAÇA, na Comunicação brasileira.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store